Me responda sinceramente: o que você faz quando decide comprar um novo home theater? E quando quer sair com os amigos, como que você busca informações sobre um barzinho da moda? Não tem jeito, de um cartucho de impressora, a um carro novo, passando por pacotes de viagens, hoje todos nós fazemos pesquisas na Internet antes de comprar um produto ou serviço.

Recentemente meu computador quebrou (problema na placa-mãe) e decidi montar meu próximo PC do zero, escolhendo cada componente, do gabinete ao processador. Levei muitos dias para pesquisar, fazer os comparativos necessários, ler resenhas de produtos, mas tenho certeza de que escolhi as melhores peças dentro do melhor custo benefício.

A social media entrou de sola nas nossas pesquisas. Se antes consultávamos o Google e outros buscadores, agora temos o Facebook e o Twitter para pesquisar e tirar nossas dúvidas em tempo real. Se não somos atendidos prontamente por uma loja, algum consumidor acaba nos ajudando na decisão de compra, direta ou indiretamente. E esse também foi o meu caso, que frequentei a página da loja e tirei algumas de minhas dúvidas lá mesmo. E é aqui que está a ciência do compartilhamento. Compartilhar conhecimento é a chave.

Como empreendedores devemos estar preparados para esse tipo de interação, nem sempre muito amistosa. Mas se você tem boa vontade e deseja realmente se destacar no mercado, deve ter doses cavalares de paciência e fazer como se deve, ou seja, atender seu cliente efetivamente, onde quer que ele esteja.

O infográfico abaixo, analisa as diferenças entre os grandes participantes dessas redes e os participantes que pouco compartilham e o quanto eles influenciam nas decisões de compra de uma marca. Adivinhem qual é o usuário de rede social mais importante?

E você, que tipo de consumidor é? Faz muitas pesquisas antes de comprar? Deixe um comentário abaixo.

Os Consumidores Sociais e a Ciência do Compartilhamento

Inspirado por: Mashable
Infográfico: M Booth and Beyond