Quando o Twitter foi fundado em março de 2006 por Jack Dorsey, Biz Stone e Evan Williams, pouca gente entendeu o conceito por trás da ideia. Embora tenha feito sucesso desde o início, pelo menos nos Estados Unidos, a maioria das pessoas não compreendeu a utilização dessa ferramenta. Lembro que aqui no Brasil, muito pouca gente utilizava (e eu estava entre essas pessoas), salvo os early adopters sempre ávidos por novidades tecnológicas. Acredito até que nem os próprios criadores tenham imaginado o alcance que o Twitter teria.

Passada a fase inicial de adaptação, hoje o Twitter é utilizado por cada vez mais pessoas no mundo todo. Depois do inglês, o português é a língua mais falada dentro da rede. Agora, o que pouca gente esperava era que o Twitter fosse utilizado para resolver problemas. Cada vez mais pessoas utilizam o Twitter para buscar respostas às suas indagações. De apoio técnico a pedidos de recomendação de produtos e/ou serviços, passando por buscas por trabalho a conselhos sobre relacionamento amorosos, dicas sobre novas bandas e por aí vai. Por volta de 3 milhões de perguntas são feitas todos os meses.

Quanto mais seguidores você tiver, mais provável é que você faça perguntas públicas. Pessoas com menos seguidores tendem a enviar perguntas via “direct message” ou DM’s. Por outro lado, de 20% a 30% das perguntas nunca são respondidas.

O infográfico da InboxQ nos mostra dados valiosos sobre como o Twitter está sendo usado pelas pessoas – e por empresas – para fazer e responder aos mais variados tipos de perguntas. O Twitter, assim como outras mídias sociais, pode ser utilizado para praticamente qualquer coisa. E você, costuma utilizar o Twitter para fazer pesquisas e buscar respostas para às suas perguntas? Coloque questões com o nome de sua empresa e faça um teste. E aproveite para seguir o @SEmpreendedores ;-)

 

Via: Mashable

GestãoClick Gestão Empresarial