Desde os meados da década de 1980 se ouve falar bastante sobre a famosa Inteligência Artificial. Ela foi criada nessa época e vem se integrando cada vez mais ao nosso dia a dia.

A Inteligência Artificial (IA na sigla) nada mais é que a capacidade que um dispositivo tem de simular o conhecimento humano aplicado em diversas áreas. Ou seja, são máquinas capazes de raciocinar, tomar decisões, resolver problemas e muitas outras habilidades.

Certamente você possui no seu telefone uma voz com a qual você pode conversar, iniciar chamadas, iniciar pesquisas e muito mais, certo? Essa voz nada mais é que um assistente pessoal: um software criado para imitar características e habilidades humanas.

Diversas empresas já criaram seus próprios assistentes pessoais que estão no mercado e atendem a diversos fins. Veja o Alexa da Amazon, o Siri da Apple, o Google Assistente e a Cortana da Microsoft. Será que sua empresa se daria bem com um desses?

Esses assistentes criados pela IA podem ser bastante úteis na hora de marcar reuniões e compromissos, mas também podem ser responsáveis por informar dados de pesquisa.

Aqui no Brasil muitas empresas já fazem uso desse tipo de software para obter informações variadas sobre seu negócio.

É possível conhecer seus melhores clientes, quais produtos são os mais populares, quais produtos deveriam deixar de serem ofertados, como está o nível de vendas relacionado aos concorrentes e mais inúmeras possibilidades.

Nesse ponto você já deve estar imaginando que daqui a alguns anos todos os seus funcionários serão substituídos por máquinas e robôs, não é mesmo? Fique tranquilo, não é bem assim que a Inteligência Artificial pode te ajudar no seu negócio hoje.

Percebendo a importância desse tipo de tecnologia, muitas empresas já incluíram em seus orçamentos uma parte dedicada somente em investimentos à IA buscando se manterem constantemente atualizadas.

As características mais buscadas pelas empresas que integram essa tecnologia à sua rotina são agilidade e qualidade, fornecendo vantagens em todos os setores do seu negócio.

A otimização de atividades operacionais é, sem dúvida, uma das maiores vantagens que a incorporação da Inteligência Artificial tem no dia a dia de qualquer empresa.

Inteligência Artificial, Cloud Computing e Produtividade

Se você é empreendedor sabe bem que um dos maiores desafios é tentar transformar o tempo gasto entre seus colaboradores com tarefas operacionais em atividades produtivas e estratégicas. É aí que a IA pode te ajudar.

Leia Também:  4 Plataformas de Produtividade para Empreendedores Ganharem Tempo no Dia a Dia

Provavelmente você está familiarizado com o sistema de armazenamento na nuvem, certo? Pronto, aí está a famosa Inteligência Artificial. A nuvem não serve apenas para o armazenamento de fotos, contatos e aplicativos do seu celular ou tablet. Pelo contrário, muitas empresas já usam o armazenamento de documentos, dados e informações nesse tipo de sistema.

O que traz o benefício de poder ser acessado de qualquer local e qualquer dispositivo conectado à internet – celular, tablet, computador ou laptop –, mas apenas por pessoas autorizadas e sob diversas configurações de segurança.

A Inteligência Artificial e a Segurança de Informações

Essas configurações de segurança são de interesse geral. Como ter certeza que meus documentos estão seguros? A maioria dos softwares de Inteligência Artificial já trabalham com níveis de proteção.

O que quer dizer que se não há necessidade do colaborador de um certo setor ter acesso à um tipo de informação, ele não vai ter. Dessa maneira, os gerentes e empreendedores sabem exatamente quem possui acesso a qual tipo de documento.

Leia Também:  7 Maneiras de Melhorar Sua Produtividade Trabalhando em Uma Startup

Além de tudo, essa configuração em níveis permite mais agilidade ao trabalho interno. Sem o tempo perdido em retrabalho, atualização de planilhas e documentos, o que era perda se transforma em produtividade. E produtividade geram resultados, não é mesmo?

A Inteligência Artificial e o Atendimento ao Cliente

Certamente você já tentou entrar em contato com alguma empresa mais moderna para reclamar de algum produto. Em caso positivo, deve ter notado uma diferença para o serviço de atendimento ao cliente (SAC) de negócios mais antigos.

O SAC no mundo moderno está muito mais automatizado. A computação cognitiva é uma tendência mundial que muitas empresas estão adotando. Você liga ou manda um e-mail, e quem faz o primeiro contato é um robô.

Dessa maneira, é possível fazer uma triagem nas solicitações sem sobrecarregar os operadores – que podem se concentrar na resolução de casos que realmente necessitam de intervenção humana.

Na computação cognitiva, quem faz o primeiro contato é um robô. Assim, os operadores podem se concentrar nos casos que realmente necessitam de uma intervenção humana.

Essa triagem é feita através do processamento da linguagem humana, o que é diferente de apertar botões que levam a ramais específicos. Se torna possível, então, que o sistema entenda o que o cliente está – literalmente – falando e realize um atendimento eletrônico. Reduzindo o tempo de espera no telefone e oferecendo soluções rápidas, o cliente fica satisfeito.

Conclusão

Se você é um empreendedor pequeno e acredita que a Inteligência Artificial é uma realidade muito longe da sua, não se engane. A IA é totalmente recomendada e adaptável a qualquer ambiente empresarial.

CredMiner

Imagine só: uma empresa nova ainda testando sistemas é um cenário ótimo para a instalação de atividades com inteligência artificial, onde essa tecnologia pode crescer junto com a empresa.

Por outro lado, um negócio grande e bem consolidado pode ter algumas dificuldades para modificar todos os seus sistemas de operação, mas nada que não seja necessário – modernização é sempre necessária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here