Se 2009 passou voando, 2010 chegou à jato. Nem bem o ano começou e já temos vários eventos tecnológicos acontecendo e bombando por aí. Veja a CES 2010. Dezenas de novidades. Confiram abaixo, algumas tendências tecnológicas que listamos para este ano.

1. Cloud Computing (Computação nas Nuvens)

Em 2009 falou-se muito a respeito, mas a tendência é que em 2010 esse conceito se propague ainda mais. 10 em cada 10 grandes empresas, se ainda não implantaram, estão pensando em implementar. A única coisa que está barrando um acelerado crescimento nesse processo, no entanto, é a segurança das redes. Acredito que para as PME’s esse conceito seja muito mais fácil de ser adotado.

Para quem não conhece o conceito, cloud computing é a descentralização dos bancos de dados e aplicações (programas) dos desktops e servidores de nossas empresas para a Internet, onde podemos acessá-los a qualquer hora e em qualquer lugar, permitindo o compartilhamento e o trabalho entre equipes nos mais diferentes lugares.

2. P2P Payment (Pagamentos Móveis)

A troca de dinheiro entre pessoas sempre existiu desde que o mundo é mundo. Sempre trocamos dinheiro entre colegas e amigos, basta dividir a conta de um barzinho. Então nada mais natural que essa forma de pagamento se torne digital e portátil. Muito em breve seus celulares e smartphones poderão transferir dinheiro para o pagamento de um simples cafezinho a uma fatura de cartão de crédito.

A tecnologia já é amplamente adotada no Japão. Empresas como o Citibank, MasterCard, Wells Fargo e Nokia já lançaram seus produtos de transferência eletrônicas de dinheiro. Recentemente, o criador do Twitter fundou a Square, uma empresa que criou um adaptador para a leitura de cartões de crédito pelo celular. Em 2010 veremos a ampla difusão dessas tecnologias.

3. QR Codes ou 2D Bar Codes (Códigos de Barra em 2D)

Os QR Codes tem sido amplamente utilizados na Europa e na Ásia nos últimos 5 anos. Em 2009 ele foi incorporado extensivamente às campanhas de marketing nos Estados Unidos, mas no Brasil ele ainda está engatinhando. De qualquer modo, este simples código quadradinho promete revolucionar o código de barras tradicional, pois permite a incorporação de uma infinidade de informações, como dados adicionais sobre um produto, um cupom de descontos, ringtones, wallpapers, músicas ou qualquer outro recurso imaginado. Estes códigos podem ser aplicados em qualquer tipo de mídia e são lidos através de um smartphone com uma câmera e um software leitor que desbloqueia as informações contidas no código. Várias empresas estão adotando esta tecnologia para ações promocionais, entre elas a Amazon e a Editora Harper Collins.

4. As Novas Vending Machines (As Máquinas de Vender)

Estas máquinas não são propriamente uma novidade, principalmente nos Estados Unidos onde existem desde 1880, mas sua aplicação irá muito além de vender refrigerantes e salgadinhos. Em 2010 veremos muitos modelos vendendo jeans, sapatilhas de plástico, ovos e manteiga frescos e até pizza. No Brasil temos a já famosa máquina de vender livros, 24×7 Cultural, instaladas estrategicamente em várias paradas do metrô e em alguns shoppings.

5. E-Readers (Os Leitores de Livros Eletrônicos)

Esta é uma tendência que veio para ficar. A partir de 2009 muitas editoras começaram a lançar seus livros em formato digital, acompanhando o lançamento da “pedra fundamental” da Amazon, o e-Reader Kindle. Em 2010, as editoras (e também os autores) que não acompanharem esta tendência ficarão de fora de um mercado que crescerá a cada ano.

Depois do Kindle, muitos fabricantes de gadgets estão buscando um lugar ao sol lançando seus produtos, um mais sofisticado que o outro. A Sony lançou 3 modelos, um com tela touchscreen, um para se ler jornais e um modelo de bolso. Nestes primeiros dias de janeiro na CES (Consumer Eletronics Show), a Plastic Logic lançou o QUE, um e-Reader ultrafino e muito bonito. Segundo algumas fontes, até a Apple planeja lançar seu próprio e-Reader. É interessante observar, que empresas sem tradição tecnológica lançaram seus próprios leitores, como é o caso do Nook da Barnes & Noble.

Embora muitos tecnólogos afirmem que a tendência é a convergência digital e a fusão de todo tipo de aplicativo em um só gadget – o smartphone – eu pessoalmente acredito que os e-Readers tendem a se estabelecer como um aplicativo independente. Não consigo imaginar alguém lendo um livro em um celular, por maior que seja a sua tela. Enfim, há limite pra tudo.

6. Smartphones (Celulares mais do que Completos)

O mercado de smartphones continuará aquecido e veremos uma série de novidades tanto em hardware como em software. Cada vez mais sofisticados, a tendência é que pouco a pouco estes gadgets substituam os laptops em muitos casos. Empresas que também não tinham tradição no mercado de telefonia móvel entrarão pra valer neste ano. É o caso do Google com o lançamento do Nexus One e da DELL que deverá lançar o Mini 3i. Pasmem, o Mini será lançado no Brasil e na China em primeiro lugar.

7. Tablet PC’s (Laptops Touchscreen)

Por enquanto eles não estão muito longe de parecer com um laptop comum, mas a tendência é que os Tablets PC’s ganhem mais espaço este ano. Eu diria até que este ano é o marco inicial dos Tablet (ou Slate) PC’s.

DELL, HP, Microsoft, ASUS, Sansung, Lenovo e muitos outros fabricantes apresentaram suas versões na CES este ano. Segundo um fornecedor de chip’s, 2010 será o ano da revolução deste gadget. Ainda mais se levarmos em conta o tão aguardado lançamento do Tablet da Apple no final de janeiro. Acredito que a tendência é que os Tablets comam uma boa fatia de mercado dos Netbooks e substituam gradativamente os e-Readers, pois afinal, são muito mais do que um simples leitor de livros digitais.

E você, o que acha que irá virar tendência em 2010? Deixe sua opinião aqui com a gente :-)

Fontes: CES, Digital Trends, Engadget e Trend Hunter.

GestãoClick Gestão Empresarial