Toda startup sonha com o dia em que debutará na Internet para milhares de pessoas, fará um tremendo sucesso e ganhará seus milhões de dólares. Salvo raras exceções, a maioria das startups deseja esse caminho e não há nada de errado nisso. O problema é que para se chegar a este tão sonhado resultado, o caminho é longo, árduo e solitário.

Pelo menos era.

Recentemente conheci uma empresa que veio para quebrar o paradigma do ciclo de lançamento de startups. O Ideia no Ar. Se você está tendo problemas no desenvolvimento de um produto viável, precisa validar seu projeto, não encontra os profissionais certos e muito menos investidores, o Ideia no Ar poderá lhe dar uma mãozinha.

Você pode até estar no estágio inicial e ainda estar se perguntando em “como abrir uma startup”. Ou pode estar com seu produto pronto, só precisando validar sua ideia. Não importa. Se você puder contar com uma equipe de primeira linha, seu negócio pode tomar outros rumos e alcançar o almejado sucesso.

Se você está chegando agora e ainda não sabe o que é uma startup, vamos a alguns conceitos.

O Que é Uma Startup?

Startup Dream

Startups são empresas em um estágio inicial de desenvolvimento, geralmente do setor de tecnologia, com uma proposta e/ou modelo de negócios único e/ou diferenciado.

Para facilitar, vou citar alguns exemplos.

Como startups temos empresas de serviços com foco na Internet (Google, Facebook, Twitter, Hotmail, DropBox, Pinterest, NetFlix, Hotmart), empresas de aplicativos mobile e Internet (Skype, Evernote, WhatsApp, Instagram, Percolate, Camera+), fabricantes de automóveis (Tesla), robótica (Knightscope, Willow Garage, Anki DRIVE e Project Company) e ainda, startups de biotecnologia (Flatiron Health, DNAnexus, EcoSynth, rHealthX). A maioria dessas empresas já deixou de ser uma startup, mas todas elas começaram como uma e é por isso que essa palavrinha carrega tanto glamour. São todas milionárias (algumas bilionárias).

Existem ainda, duas definições clássicas e muito conhecidas. Segundo Steve Blank, professor de Stanford e guru do empreendedorismo “Startup é uma organização temporária projetada para buscar um modelo de negócios repetível e escalável”.

“Startup é uma organização temporária projetada para buscar um modelo de negócios repetível e escalável” Click To Tweet

Seu aluno mais famoso, Eric Ries, escritor que criou o termo “Startup Enxuta” com um livro homônimo, disse: “Startup é uma instituição destinada a criar novos produtos e serviços em situações de extrema incerteza”.

“Startup é uma instituição destinada a criar novos produtos e serviços em situações de extrema incerteza” Click To Tweet

Aí você pode estar se perguntando. Se eu abrir uma empresa transportadora, que faça entregas rápidas com motoboys treinados e uniformizados, que se destaque no setor, sou uma startup? A resposta é não. Agora, se você criar uma empresa transportadora, que faça entregas com drones especiais, que se orientem via GPS através de um software próprio, desenvolvido por você, aí sim, estamos falando de uma startup. Percebe a diferença?

Em linhas gerais e sem entrar em detalhes, as startups tem alguns pontos em que se diferenciam das empresas comuns.

6 Características que Diferenciam as Startups das Outras Empresas

Startups Rules

  1. Uma Proposta Inovadora
  2. A Solução para Um Problema
  3. Um Modelo de Negócios Diferenciado
  4. Ser Replicável
  5. Ser Escalável
  6. Ter Uma Cultura Própria

Agora que você já tem uma boa ideia do que é uma startup, vou lhe apresentar o Ideia no Ar.

O Ideia no Ar

Startup Ideia no Ar

O Ideia no Ar é uma empresa nova, com uma proposta inovadora de serviços e que chegou no mercado com um único objetivo: ser uma lançadora de startups.

Lembra do que falamos no início deste artigo?

O Ideia no Ar reuniu uma equipe de profissionais multi-disciplinares, com larga experiência no mercado de tecnologia, para ajudar empreendedores com ideias de negócios diferenciados, a alavancarem seus projetos. Eu pessoalmente diria, que o Ideia no Ar é uma startup que ajuda outras startups a decolarem. Seu modelo de negócios não existe no Brasil e eles mesmos ainda não conhecem nenhum similar no exterior.

Então, como poderíamos comprovar a validade de seus resultados?

Depois de mais de 80 negócios apoiados e mais de 40 startups lançadas em 4 países, acho que os números falam por si mesmos.

Segundo seus fundadores, “tudo começa com uma ideia, mas de nada adianta ter a ideia e partir para o desenvolvimento da solução sem entender as reais necessidades do mercado. Afinal de contas não é você e nem seus amigos que vão pagar pelo seu produto, mas sim seus clientes.”

Semana passada, fiz uma entrevista com Luis Henrique Ribeiro, co-fundador do Ideia no Ar, para falar um pouco sobre a proposta da empresa, sua metodologia de trabalho e seus projetos. Veja o que o Luis nos disse.

1) Como surgiu a ideia de criar o Ideia no Ar?

O Ideia no Ar surgiu da observação das necessidades dos empreendedores que estavam começando uma startup, tinham uma boa ideia e conhecimento sobre o problema que estavam dispostos a resolver, porém não sabiam programar e nem conheciam desenvolvedores para ajudá-los. Além disso, quando achavam desenvolvedores para serem sócios, tinham problemas com o desenvolvedor por conta da falta de tempo e comprometimento. Com isso, eu (Luis Ribeiro) e o Phillippe Santana, decidimos prestar serviços de desenvolvimento para esses empreendedores, diminuindo o risco da entrega do produto. Logo em seguida, tivemos a entrada do terceiro sócio, o Thiago Alves, que tinha experiência em modelos de negócio e ajudou a criar o conceito de “Lançadora de Startups” que temos hoje, pois descobrimos que apenas o desenvolvimento do produto, sem antes validar o modelo de negócios não era suficiente e a “Lançadora de Startups” surgiu com o foco em desenvolvimento validado.

2) Toda empresa tem suas dificuldades e acredito que não foi diferente com vocês. Que dificuldades encontraram para tornar válida a ideia do projeto do Ideia no Ar?

A principal dificuldade foi com relação ao modelo de negócios. A solução realmente encaixava na necessidade de mercado, porém, da forma como estávamos oferecendo a solução não conseguíamos sustentar a operação. Isso por que no início nos tornávamos sócios das startups que estavam começando, ficando com uma participação no negócio em troca das horas de desenvolvimento que estávamos prestando. Mas esse modelo não funcionou porque apesar de desenvolvermos o produto que os empreendedores imaginavam ser o ideal para as necessidades dos usuários finais, na realidade não era, e com isso desperdiçávamos tempo programando algo que ninguém estava disposto a usar. Ou seja, ao invés do foco estar na validação do negócio, estava todo voltado à entrega de um produto completo que foi apenas imaginado, mas não validado com usuários reais. Com isso o modelo não era sustentável, as startups não tinham clientes ou usuários, não tinham receita, e como consequência não pagava as contas no final do dia. A solução para isso foi prestar serviço de desenvolvimento para startups que podiam pagar, e aos poucos fomos validando melhor nosso modelo de negócios até chegar no modelo que temos hoje, que é sustentável e permitiu escalar a operação.

3) Esse modelo de uma empresa “facilitadora de startups” veio do Vale do Silício. Que empresa inspirou vocês nesse modelo de negócios? Quais são suas referências?

Somos uma Lançadora de Startups. Não conhecemos nenhum modelo igual ao nosso no Vale do Silício ou até mesmo em outras regiões. Acreditamos que estamos criando um novo mercado, pois antes as startups eram criadas a partir de seus sócios fundadores que já eram desenvolvedores. Mas com a disseminação do mindset startup, a quantidade de empreendedores não-técnicos querendo criar novas startups cresceu muito, sendo que a quantidade de bons desenvolvedores no mercado diminuiu devido à demanda da área das empresas privadas de TI ter crescido cada vez mais. Então o que fazemos de conectar empreeendedores com boas ideias com desenvolvedores e ajudar a startup a descobrir e validar um novo modelo de negócios, é realmente novo. Porém, podemos citar que o modelo de aceleradora nos inspirou sim. Nós passamos por um processo de aceleração na Supernova (um aceleradora de Curitiba) junto com uma startup que estávamos como sócios na época, e como vimos outras startups recebendo aceleração mas sem uma equipe de desenvolvimento, constatamos uma oportunidade de trazer conceitos da aceleração que envolve validação de negócios e combinar com o desenvolvimento ágil.

4) A maioria das startups começa na raça, com os donos participando de cada etapa do desenvolvimento do projeto. Na maioria das vezes, este é um ciclo muito desgastante e o empreendedor tem poucos recursos. Como uma startup pode se beneficiar dos serviços do Ideia no Ar para projetos que estejam no começo?

Nós entendemos que no início de uma startup o mais importante é validar se o problema que a startup está disposta a resolver realmente existe, ou seja, se os usuários e clientes realmente se importam com o problema a ponto de pagarem por uma solução, e identificar qual é a solução que se encaixa nessa necessidade de mercado. E muitas vezes o empreendedor ainda não conhece os caminhos para validar o seu modelo de negócios, e também não possui o conhecimento técnico para desenvolver um protótipo da solução para testar rapidamente com os clientes e usuários. Com o Ideia no Ar, o empreendedor tem toda a orientação de como validar seu negócio através de uma metodologia comprovada em mais de 80 startups, e não precisa se preocupar com nada que envolve a parte técnica, pois tudo isso é resolvido pela nossa equipe de lançadores, que possui desenvolvedor web e mobile, web designers, designers e assessores de negócio, que acompanham o empreendedor durante todo o processo de apoio do Ideia no Ar. Dessa forma, o empreendedor investe seu tempo no que realmente importa no começo da startup: buscar e validar um modelo de negócios viável. E após o desenvolvimento de uma primeira versão do produto (Minimum Viable Product) que já agrega valor para os usuários e clientes, e também monetiza, nós ajudamos a startup na criação da sua própria equipe técnica para que seja independente e caminhe ainda mais rápido no desenvolvimento contínuo de melhorias.

5) E para projetos que já estejam adiantados, com um produto em fase final de pré lançamento?

Startups que já estão mais avançadas na validação do negócio e desenvolvimento do produto, normalmente precisam de uma ajuda pontual para resolver a parte de web design, ou então de desenvolvimento mobile, pois na maioria das vezes como a startup está no início e com uma equipe enxuta, ela não possui todas as competências dentro da equipe e precisa buscar freelancers para concluir o produto para lançamento. Com isso, ajudamos oferecendo sprints semanais ou quinzenais, que nada mais é que ciclos curtos de trabalho para entregar as novas funcionalidades que faltaram no produto.

6) Vocês também fazem a ponte entre startups e aceleradoras / investidores? Com quais mantém parcerias?

Atualmente estamos criando uma nova estrutura no Ideia no Ar que será capaz de fazer a ponte entre startups e aceleradoras ou investidores, mas ainda não está em plena operação. Mas mesmo assim, de maneira orgânica startups que apoiamos já foram selecionadas para aceleradoras e também receberam investimento-anjo sem o nosso intermédio. Mas o que queremos fazer em breve é incentivar de maneira organizada essa ponte.

7) Vocês tem mais de 80 clientes. Citem alguns estudos de caso de clientes que já atingiram resultados com o Ideia no Ar.

Be Veg

A Be Veg é um aplicativo que aproxima usuário dos estabelecimentos vegetarianos e veganos mais próximos. Já possui mais de 200 estabelecimentos cadastrados, de 4 cidades diferentes, com mais de 1500 downloads, e estabelecimentos que aderiram aos planos pagos.
Site: be Veg
iTunes: be Veg na App Store
Google Play: be Veg para Android

AAFidelidade

Cartão Fidelidade para jogadores de poker recreativo. Possui mais de 100 assinantes mesmo antes de concluir o apoio e em apenas 1 clube de Curitiba.
Site: AAFidelidade

3dMapas

Mapeamento aéreo com drones que gera mapas tridimensionais georeferenciados. O empreendedor está full time no negócio desde Abril (quando concluiu o apoio) com a sustentabilidade do negócio. Presta serviços recorrentes para mineradoras e empresas de construção civil.
Site: 3d Mapas

8) Para finalizar, que dicas dariam para empreendedores que tem boas ideias e querem abrir suas startups? Deixem 3 dicas para os leitores.

  1. Ideias não valem nada. Mas sim a execução delas é o que faz a diferença.
  2. Não se preocupe tanto com o produto, pois ele á apenas parte do negócio, e não o negócio em si.
  3. Prove a viabilidade do seu negócio o quanto antes, e isso significa cobrar do seu usuário no primeiro dia, mesmo com o produto incompleto, pois se o usuário ainda não está disposto a pagar é porque você ainda não encontrou a solução que ele realmente percebe valor.

Ideias não valem nada. a execução é o que faz a diferença.

X

Depois de conhecer o Ideia no Ar, voltei a acreditar na possibilidade de alavancar uma ideia do zero, com poucos recursos. Colocando na ponta do lápis, contratar pesquisadores, desenvolvedores, designers, engenheiros, sairia muito mais caro. Mesmo que você tivesse uma ou mais competências, teria que enfiar a mão no bolso com vontade, para arcar com todos os custos necessários ao seu empreendimento.

Talvez tenha ficado uma pergunta na sua cabeça empreendedora: como a equipe do Ideia no Ar consegue oferecer um serviço tão bom e ao mesmo tempo, tão acessível? Agora que você já chegou até aqui, é simples responder. Eles conseguem oferecer este serviço porque tem uma proposta de trabalho inovadora, uma solução para seus problemas e usam um modelo de negócios diferenciado. O Ideia no Ar tem cultura empreendedora, afinal, é uma startup. Assim como você quer ser.

Gostou da proposta de trabalho? Tem uma ideia e quer desenvolver seu projeto com o Ideia no Ar?

Nós temos uma ótima notícia para você!

CredMiner

O Blog Super Empreendedores fechou oficialmente, uma parceria com o Ideia no Ar.

Preencha o formulário abaixo com seus dados, que entraremos em contato com você. Não espere mais para tirar sua ideia do papel!

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here