Consumir vinho é um hábito cada vez mais comum entre os brasileiros que buscam opções saborosas e variadas para diversos tipos de ocasião. Com o ritmo apertado do dia a dia, as compras online têm ganhado força e atraem cada vez mais pessoas a adquirirem virtualmente suas bebidas favoritas.

A CaveOn é um exemplo disso. O aplicativo da startup reúne mais de 450 vinhos de diferentes preços e variações, permitindo facilmente a compra e garantindo um bom prazo de entrega. O app funciona na forma de um marketplace, ou seja, reúne diversos vendedores desse universo que disponibilizam seus produtos para compra dentro desse ambiente virtual.

“Essa forma de comércio online tem se tornado cada vez mais comum, pois permite um catálogo amplo que atrai compradores, estimulando a adesão de novos vendedores”, afirma Rodrigo Silva, sócio-fundador da CaveOn.

O que é um marketplace?

O comércio virtual no Brasil tem ganhado destaque nos últimos tempos. Somente em 2016, os e-commerces brasileiros faturaram um total de R$ 53,4 bilhões, o que representa um crescimento de 11% em comparação a 2015, de acordo com a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico).

Esse valor é extremamente significativo em um cenário de retração da economia e demonstra também que os comerciantes brasileiros estão sempre criando novas e lucrativas formas de manterem seus negócios na web.

O marketplace representa uma dessas formas. Com um crescimento de 24% somente entre os meses de setembro e dezembro de 2016, de acordo com um levantamento da ABComm, esses ambientes de compra têm atraído cada vez mais vendedores em busca da diversificação em suas empresas e da ampliação dos mercados consumidores.

Marketplace é uma palavra em inglês que, em tradução livre, significa local de comércio. O termo é usado há bastante tempo para designar ambientes físicos de compra, venda e troca de produtos.

No comércio virtual, a estrutura é basicamente a mesma, com a diferença de que todos os processos acontecem de forma online. Ou seja, você cria a sua loja dentro de um site de venda e permite que todos os que acessem o site possam ver e adquirir os seus produtos no próprio ambiente, sem direcionar para um site específico.

Diversificando seu comércio

Se você possui uma loja ou empresa física e quer começar a entrar no universo online, o marketplace pode ser a opção mais indicada. Isso porque não há custos altos e os processos operacionais são bem mais simples do que abrir um negócio completamente seu.

“Trabalhamos com importadoras e lojas que querem ampliar seus negócios e aumentar suas vendas. A parceria funciona bem para ambos os lados e todos aumentam suas margens de lucro quando aderem a esse tipo de ambiente virtual uma vez que não há custo na adesão e manutenção do ambiente”, explica Silva.

Uma das principais vantagens é o fato de que é o próprio marketplace que lida com as operações financeiras na forma de um mediador. O vendedor simplesmente estabelece seus preços e toda a parte burocrática é feita pelo marketplace, mediante o pagamento de uma comissão. Ou seja, não é preciso ter a estrutura de um departamento financeiro online para receber seus pagamentos.

Começando um negócio

A ideia de utilizar o marketplace também é extremamente interessante para quem quer começar um novo negócio e não quer se aventurar com um investimento muito alto. Imagine um exemplo em que uma empresa produza vinhos artesanais com uma produção considerável e esteja em busca da ampliação de suas vendas e de seus mercados consumidores. Cadastrando-se na CaveOn, é possível ter seus rótulos disponíveis a todos os que entrarem no aplicativo.

Dessa forma, não somente o nome da marca começa a aparecer no mundo virtual, como ela também começa a ser conhecida pelos compradores e recebe avaliações. Repare que o aplicativo já é segmentado e tem um público específico. Isso significa que o produto está disponibilizado em um local conceituado e acessado somente por pessoas que realmente desejam comprar vinhos.

“A adesão a um marketplace como a CaveOn é perfeito para adegas e importadoras, já que os produtos são vistos exatamente pelo seu público-alvo. É diferente de utilizar um ambiente que contempla todos os segmentos, porque as chances de que seu produto não seja tão visualizado nas buscas são bem maiores”, explica Silva. A plataforma também está disponível no formato de aplicativos tanto para iOS quanto para Android .

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here