Millennials, geralmente definidos como indivíduos nascidos no período entre 1980 e a metade dos anos 2000, são um tipo bem diferente de consumidor do que os seus antecessores da Geração X. Por esta razão, a geração do milênio requer um estudo apurado para que as empresas possam entender a melhor forma de atingir esta geração.

E estudar as tendências de consumo dos “millennials” vale a pena: Em 2020, é esperado que os gastos dos Millennials cheguem a 1,4 trilhão de dólares anualmente.

O que eles compram? Por que eles compram o que eles fazem? Compreender a mentalidade da “geração do milênio” é crucial para os empreendedores que querem manter-se conectados com as últimas tendências sociais.

Continue lendo este artigo para descobrir algumas das características que separam a geração do milênio de qualquer outro tipo de consumidor que os precederam.

Millennials Amam Tecnologia

Millennials Amam Tecnologia
Imagem: Shutterstock

Millennials foram introduzidos à tecnologia logo cedo. Criados com jogos de computador e “video games”, a tecnologia passou a ser uma forma de entretenimento, tema de conversas e até mesmo uma atividade social. Chats tornaram-se populares e agora as pessoas podiam se comunicar ao vivo com seus amigos ou mesmo com estranhos, enquanto desenvolviam suas habilidades de digitação. Ao participar destas formas de entretenimento, a geração do milênio rapidamente desenvolveu uma intuição de como a tecnologia funciona. Esta intuição iria trabalhar a seu favor nos anos seguintes como uma nova tecnologia em desenvolvimento.

Enquanto uma fonte de entretenimento, a tecnologia também tornou-se essencial para cada parte da vida dessa nova geração. Os alunos começaram a usar menos as bibliotecas e mais a Internet. Os mapas de papel tornaram-se obsoletos com a invenção do MapQuest e do GPS. Qualquer um poderia compartilhar ideias e informações com o mundo. Eles colocaram a sua arte, a sua escrita, a sua poesia. Eles aprenderam a criar lojas online e a fazer pagamentos online. Eles compartilharam seus conhecimentos e “como fazer” com o mundo.

Não podemos esquecer de Bill Gates, que continua a ser o homem mais rico do mundo e ainda hoje, inspira a muitos. Os Millennials admiram este homem que começou do nada, apenas para desenvolver o sistema operacional do computador mais amplamente utilizado em todo o mundo. E uma possibilidade cresceu em suas mentes: “Eu também posso ser alguém”. Essa ideia promoveu a criatividade e a motivação que mais tarde iria levá-los a desenvolver novas tecnologias a proporções inacreditáveis.

Hoje, a geração do milênio ainda ama a tecnologia. Eles usam a tecnologia para adquirir tecnologia. Eles amam seus smartphones, que funcionam como mini computadores em que podem navegar na Internet, ler livros, ouvir música, fotografar e, claro, se comunicar com telefonemas e mensagens de texto.

Como o empreendedor pode aproveitar essa tendência?

Oferecer a compra de bens ou serviços através da Internet, de aplicativos, e até mesmo por mensagens de texto, quando possível. As empresas devem aceitar pagamentos pelo PagSeguro, Pagar.me, MOIP, PayPal ou Stripe e com todos os cartões de crédito.

E qualquer empresa que venda qualquer tipo de serviço ou tecnologia, deve estar plenamente apoiada em garantias e serviços ao cliente. Todas estas práticas apelam para a geração do milênio hoje. Vejam o exemplo da Zappos.

Millennials Estão Endividados

A gratificação instantânea é muito atraente para a geração do milênio. Eles querem velocidade de internet cada vez mais rápida e entregas de um dia. Eles preferem comprar um sofá em “dez pagamentos” do que poupar ao longo do tempo para que eles possam pagar em dinheiro e com desconto.

Eles devem dezenas de milhares de reais em empréstimos estudantis para que possam alugar sua casa, porque não podem comprá-las – e quando o fazem, adicionam mais centenas de milhares de reais às suas dívidas. Diferente dos cartões de crédito, dinheiro em espécie é raramente usado, o que diminui o impacto psicológico do dinheiro gasto.

Se isso é ou não é uma atitude sensata e inteligente, gratificação instantânea é o que a maioria dos jovens da geração do milênio quer.

Como os empreendedores podem oferecer gratificação instantânea para atrair a geração do milênio?

Ofereça programas de financiamento para cada produto que você vende e estará mais próximo de atrair a atenção desta geração. Veja alguns exemplos:

  • Para compras acima de R$ 150,00 você ganha uma camiseta do seu “Herói da Marvel”;
  • No mês de junho, fique uma semana na pousada ‘Maria Bonita’ e ganhe dois dias de estadia grátis;
  • Compre o último celular da ASUS e financie em até ‘15x sem juros’.

Perceberam as palavras mágicas? Ganhe, Grátis, Sem Juros. Use estas palavras com sabedoria e você vai atrair o interesse da maioria dos millennials.

O Valor da Comunidade para os Millennials

Apesar de suas tendências de consumo “eu quero agora”, a geração do milênio está encontrando maneiras de economizar dinheiro quando se conectam com suas comunidades. Muitos não têm nenhum problema em usar programas como o Ride Share Online, a compra de itens usados de seus vizinhos no Craigslist, ou aproveitar programas de uso compartilhado como o Airbnb. Eles querem o que é “local”; eles querem o artesanal. Eles querem conexões e não transações.

Curiosamente, há uma teoria que diz que esta “economia compartilhada” deixaria os Millennials mais pobres. Verdade ou não, serviços que enfatizam conexões e ações comunitárias são facilitados por empresas com fins lucrativos que obtiveram sucesso tirando vantagem do amor do Millennial pela comunidade. A empresa que puder promover uma sensação de conexão com os outros vai atrair o millennial.

Como os empreendedores podem conectar-se com a geração do milênio em comunidade?

Envolva-se. Tenha seu pessoal envolvido com caridade. Servir refeições em um abrigo, ter uma campanha de arrecadação de alimentos para apoiar uma creche local, manter uma instituição para ajudar escolas a oferecer recursos às crianças de baixa renda, ou fazer uma “corrida beneficente” para arrecadar dinheiro para uma boa causa, são excelentes formas de retribuição bem vistas pelos jovens dessa nova geração.

Assim as pessoas passarão a associar sua marca com a comunidade e rapidamente irão ver sua empresa como um negócio que se preocupa e dá retorno à sociedade.

Millennials são Saudáveis

A geração do milênio é saudável
Imagem: Shutterstock

Se eles não são, eles querem ser ou pelo menos eles estão dispostos a comprar  produtos ou alimentos que possam ajudá-los a atingir esse objetivo. E as empresas estão felizes em responder: não só com inúmeros produtos saudáveis e novos formatos de programas de fitness disponíveis, mas a geração do milênio gosta de se inscrever em programas que ofereçam sucos especiais, suplementos, óleos de aromaterapia e especialmente todos aqueles produtos que oferecem para melhorar a saúde. Palavras-chave como “detox”, “holística” e “superalimento” estão nas propagandas. “Tudo natural” pode significar praticamente qualquer coisa.

Como as empresas podem fazer para que seus produtos sejam “saudáveis?”

Se o seu produto ainda não está no ramo de produtos saudáveis ou de alimentação, você ainda pode tirar proveito desta tendência. A buzzword “saudável” também é usada para descrever todo tipo de produto não-consumível. Vemos shampoos anunciados como sendo “sem glúten”. Camisetas com fios “veganos”. Creme dental “orgânico”.

Associe um desses rótulos a um produto e de repente ele estará associado a alimentos saudáveis, que é justamente o que os millennials querem.

Bônus: Millennials não apenas valorizam a saúde física. Eles também amam a terra e querem corrigir os problemas ambientais. Eles querem que as empresas sejam “verdes”, que plantem árvores. Que tirem proveito de fontes de energia renováveis e instalem painéis solares. E certifique-se de que o seu site diga a todos como você cuida do meio ambiente.

Observação: não associe palavras “saudáveis” apenas para atrair a atenção dessa geração. Se seus produtos tiverem estes rótulos e não forem de fato saudáveis e/ou sustentáveis, os Millennials não comprarão mais de você e o pior, dirão isso a todo mundo nas redes sociais.

Millennials Não Gostam de Anúncios

Navegadores de Internet oferecem extensões de bloqueio de anúncios. Serviços gratuitos como o Spotify se tornou livre de anúncios com uma assinatura mensal. Algumas estações de rádio anunciam menos comerciais como uma maneira de evitar que os ouvintes mudem a estação. Comerciais de televisão estão se tornando mais criativos, mais inspiradores e mais engraçados, a fim de envolver o público. Eles precisam fazer esses esforços extras, porque a geração do milênio não gosta de se sentir manipulada.

Se campanhas de publicidade estão se tornando menos eficazes, que outras táticas de marketing as empresas podem usar para ganhar clientes?

Com o aumento da popularidade das mídias sociais na última década, a geração do milênio se sente atraída para compartilhar o que eles estão pensando. E se eles estão impressionados com um produto ou empresa, eles são mais propensos do que nunca a compartilhar este fato com seus amigos.

Funciona como uma campanha de marketing livre, razão pela qual as empresas às vezes oferecem incentivos para pessoas que “curtem” ou “compartilham” suas páginas nas mídias sociais.

Como as empresas podem tirar proveito desse fenômeno de “compartilhamento”?

Encontrar e contratar influenciadores que vão dizer aos seus seguidores sobre o seu produto. Millennials ouvem as pessoas que respeitam. Então, deixe o seu produto falar por si mesmo. Costco, por exemplo, não faz o marketing tradicional, mas foi eleito o varejista nº 1 nos Estados Unidos pela Consumer Report.

Conclusão

Millennials são realmente um grupo único, vivendo em uma época que tem uma visão do mundo e da economia completamente diferente do que existia quando a Geração X era de jovens adultos. Estas diferenças moldam um tipo completamente diferente de consumidor do que o da última geração. Ao estudar as influências e o modo de pensar da geração do milênio, o empreendedor pode entender mais claramente o que a geração do milênio quer e assim se preparar para atender esta fascinante geração.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here