Com a atual taxa de acerto no Exame da OAB, a perspectiva é que o mercado jurídico nacional chegue à marca de 2 milhões de advogados até 2023. Com isso, os escritórios de advocacia precisarão dominar o Marketing Jurídico para sobreviver.

Os números não mentem: a quantidade de processos continua alta (78,7 milhões), mas a tendência é de queda.

Se o número de casos está diminuindo, mas o número de advogados segue aumentando, a lógica básica diz que o choque de oferta e demanda está pendendo em desfavor dos advogados.

Por causa disso, será preciso ser mais eficiente na captação de clientes para crescer e prosperar em um mercado tão competitivo.

Leia Também:  3 Passos para se Antecipar aos Clientes e Oferecer as Melhores Soluções

Como fazer isso? Só há uma resposta: dominando o uso do Marketing Jurídico dentro das regras do Código de Ética da OAB.

Quer saber o que realmente funciona dentro desse setor para começar a se preparar para a briga que virá nos próximos anos? Então, siga a leitura do artigo e confira.

1. Marketing de Conteúdo é a base do Marketing Jurídico

O Marketing de Conteúdo já é, atualmente, a base do Marketing Jurídico realmente eficaz e que traz clientes para um escritório. No futuro, então, será ainda mais importante.

Na base, o Marketing de Conteúdo é uma estratégia que visa a produção e divulgação de conteúdo educativo e informativo para os consumidores. A ideia é atraí-los ao tirar dúvidas jurídicas e, assim, ganhar autoridade perante o público.

Dessa forma, quando as pessoas tiverem um problema jurídico para lidar, elas lembrarão daquela autoridade que um dia as ensinou sobre algum assunto e entrarão em contato.

Atualmente, o Marketing de Conteúdo é realizado em diversas plataformas, sempre de maneira holística (trabalhando todos os lados em conjunto) e com uma comunicação coerente com o público.

Leia Também:  Propriedade Intelectual x Direito Autoral: Quais As Diferenças

A ideia é que o advogado tenha presença nas plataformas mais usadas pelo seu público (redes sociais, YouTube), além de ter o seu próprio blog, onde produzirá e compartilhará conteúdos em várias mídias (vídeos, infográficos, artigos e ebooks) para atrair o público pelo Google e hashtags nas redes sociais.

No entanto, uma das tendências do Marketing de Conteúdo que todos os escritórios devem estar cientes na atualidade é a do Content Shock.

Basicamente, o conceito fala sobre o fato de que há tanto conteúdo disponível na Internet atualmente, que isso cria um “choque” no Google, que não tem como garantir que todos os conteúdos terão visitação.

Por isso, o mecanismo de busca precisa privilegiar os melhores conteúdos, o que faz com que a tendência seja de produzir os textos e vídeos mais completos possíveis para os leitores, de modo a serem recomendados pelo Google.

2. O cartão de visitas digital é uma ferramenta poderosa

Uma segunda estratégia muito interessante no Marketing Jurídico é o cartão de visitas digital – uma versão online do documento de apresentação normal de um advogado.

Existem muitas vantagens de usar um cartão de visitas digital, desde ser mais amigável ao meio ambiente, como também ser mais barato.

No entanto, a maior vantagem para a produção do documento digital é que ele é muito mais completo que o original, além de poder ser encontrado pelo Google.

Usando técnicas de SEO, é possível fazer com que os consumidores o encontrem pelo Google, o que aumenta as chances de ser contratado.

Dessa forma, é essencial que todos os advogados tenham um cartão de visitas digital, otimizado para ser encontrado no Google por consumidores buscando por advogados especializados em determinadas áreas do Direito.

3. A Inteligência Artificial é uma ferramenta muito útil

Nem todos os clientes estão à procura por advogados no horário comercial. Muitos deles ficam com algum problema na cabeça e acabam buscando por soluções na Internet às 22 horas, por exemplo, ou muitas vezes de madrugada.

Para atendê-los, é importante ter uma ferramenta de Inteligência Artificial, como um chatbot, para poder tirar as dúvidas mais simples dos clientes e marcar uma reunião para o dia seguinte.

Leia Também:  3 Estratégias Para Aumentar As Vendas Com O Auxílio da Tecnologia

Assim, é possível aproveitar ao máximo todos os candidatos que aparecem no seu site ou cartão de visitas, de modo a aumentar a sua taxa de conversão.

4. Marketing boca a boca é o mais eficaz de todos

Mesmo com todas as estratégias possíveis, existe uma delas que é a mais eficaz em todas as áreas, inclusive no Marketing Jurídico: o Marketing boca a boca.

Leia Também:  O Que Você Precisa Saber Sobre Marketing de Influência

Basicamente, a ideia é simples: se você fizer um bom trabalho, seus clientes vão recomendar-lhe para conhecidos, o que aumentará naturalmente a sua carteira de clientes.

Para conseguir boas recomendações, é necessário ganhar casos e ser um bom advogado. Para isso, é interessante usar um software jurídico que ajude na obtenção de resultados positivos nos casos e na realização de um trabalho adequado e veloz.

Conclusão

Seguindo essas recomendações, sua estratégia de Marketing Jurídico será mais eficaz e trará melhores resultados, o que converterá mais clientes e permitirá que o seu escritório de advocacia sobreviva no futuro competitivo que se avizinha.

Gostou do conteúdo? Então, deixe um comentário abaixo com a sua opinião sobre o assunto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here