Mais um final de ano chegando e você “mais do que ninguém” quer aproveitar o aquecimento do mercado para fazer muitas vendas. Nada mais justo, afinal, você abriu sua empresa pra isso. Só que às vezes, você chega no final de dezembro e percebe que não conseguiu vender tanto quanto gostaria. E aí você se pergunta: mas porquê? A loja estava sempre cheia!

Antes de mais nada, é preciso verificar se você e seus vendedores estão utilizando as técnicas corretas de vendas. De repente, aquelas antigas técnicas utilizadas por seu Pai (ou seu avô em alguns casos), já não servem mais. As gerações mudam e os discursos também. Já pensou nisso?

Infelizmente, vendedores novos tendem a partir logo para “o ataque”. Pode não parecer, mas o que mais contribui para que uma venda não se conclua é mostrar para um cliente que você está tentando vender alguma coisa pra ele. Nada cria mais resistência do que a velha e simples abordagem de vendas. Antes de mais nada, quem entra no seu comércio (ou prestadora de serviços) quer ser bem atendido e se sentir à vontade e não coagido a comprar alguma coisa. Parece contraditório, mas é assim que funciona.

Fizemos uma seleção de 5 “técnicas” de vendas que ainda hoje são ensinadas em alguns seminários e convenções. Todas elas são furadas. Preste atenção, pois se aplicá-las, o máximo que você irá conseguir é irritar os seus clientes. Por isso, fuja delas!

Técnica #1: A Venda Pretensiosa

Definição: Você pede para o cliente tomar uma decisão sem sentido e assume que a decisão de compra realmente foi feita.
Exemplo: “Você quer ‘o produto’ na cor branca ou laranja neon?”.
Resultado Esperado: O cliente diz sua preferência e você já fecha o pedido.
Resultado Real: O cliente olha pra você com cara de poucos amigos e diz: “Eu não disse que eu ia comprar alguma coisa!”.

Técnica #2: A Venda Peixe Voador

Definição: Você promete algo valioso, mas retira o benefício se a decisão de compra não for feita agora.
Exemplo: “Nós temos uma oferta especial, um desconto de 30%, mas apenas para clientes que comprarem AGORA”.
Resultado Esperado: O cliente diz: “Uau! Então é melhor eu comprar agora mesmo. Onde eu assino?”.
Resultado Real: O cliente diz: “Você deve achar que eu sou um idiota se pensa que não posso ter um desconto desses, senão um melhor, se eu esperar por mais algum tempo”.

Técnica #3: A Venda Cachorrinho

Definição: Você deixa o cliente experimentar o produto gratuitamente na esperança de que irá se apaixonar por ele.
Exemplo: “Nós lhe daremos o produto de graça, para sua avaliação e apenas lhe cobraremos se você gostar dele e não quiser devolvê-lo”.
Resultado Esperado: O cliente vai amar o produto e nunca mais vai pensar em devolvê-lo, lhe pagando o devido valor.
Resultado Real: O cliente vai usar o produto pelo período de teste, vai devolvê-lo e em seguida vai procurar seu concorrente para pedir outro período de teste com o produto dele e assim continuará fazendo até que não encontre mais ninguém que queira “emprestar” seus produtos gratuitamente.

Técnica #4: A Venda Reversa

Definição: Você faz uma pergunta a um cliente que está dizendo “não”, de modo que ela suscite um “não”, mas que na verdade significa um “sim”.
Exemplo: “Existe alguma razão pela qual você não faria negócios com nossa empresa?”.
Resultado Esperado: O cliente diz “não” e você diz “Legal! Assine aqui!”.
Resultado Real: O cliente diz “sim” e ainda fala pra você que ele nunca faria negócios com alguém que usa uma manobra de vendas tão ridícula como essa.

Técnica #5: A Venda do Sim

Definição: Você faz com que o cliente responda uma série de questões, que naturalmente trarão o “sim” como resposta, criando uma espécie de dinâmica coercitiva para se chegar ao “sim” final.
Exemplo: “Você espera por um serviço de primeira classe?”, “Você acredita que merece o melhor?”, “Você sempre procura pelo melhor custo-benefício?”, “Você não vai aproveitar esta oportunidade para conseguir o melhor valor pelo melhor serviço?”.
Resultado Esperado: O cliente diz finalmente “SIM” e assina o contrato.
Resultado Real: O cliente o coloca pra fora do escritório, por fazê-lo desperdiçar seu precioso tempo com tantas perguntas infames.

  • aprendir com esta e colocarei em pratica

  • Muitas técnicas de venda estão sendo colocadas a prova ultimamente. Além destas citadas, eu incluiria o “Cold Call” ou Ligação Fria, onde você liga para o cliente tentando vender um produto quando ele não esta no momento exato da compra. Uma saída para aumentar as vendas sem utilizar técnicas de venda e converter mais clientes é utilizar o marketing de busca ou SEM.

  • GestordeMarketing

    Parabéns Sergio, excelente texto!