Comunicação interpessoal efetiva é uma habilidade crucial para o empreendedor. A comunicação assertiva se faz necessária em conversa com clientes, fornecedores ou com a equipe.

Comunicação mal feita pode gerar inúmeras dificuldades para o negócio. Um cliente insatisfeito, uma entrega atrasada ou uma equipe disfuncional. Nesse contexto é importante entender uma habilidade de comunicação de ampla utilidade nos negócios, a comunicação assertiva.

A comunicação mal feita pode gerar inúmeras dificuldades para o negócio. Um cliente insatisfeito, uma entrega atrasada ou uma equipe disfuncional.

A comunicação assertiva é um meio termo entre a comunicação passiva e a agressiva. A seguir, vejam suas diferenças principais.

A Comunicação Passiva

Comunicar-se de forma passiva é calar-se e aceitar a opinião e vontade dos demais sem expressar a sua. Por exemplo, numa reunião de planejamento do trabalho, se isentar de dar a sua opinião. Deixar que os outros decidam os próximos passos a serem tomados.

A Comunicação Agressiva

Já a comunicação agressiva acontece quando tenta-se forçar uma ideia a despeito da posição dos demais. Por exemplo, ao comandar uma equipe, usar de autoridade mais do que de liderança. Mandar sem ouvir a opinião da equipe. Alguns chegam até mesmo a ridicularizar os outros como forma de se impor e sobressair.

Resultados Medíocres e Deficientes

Claramente, ambas as formas de comunicação acima apresentam importantes deficiências. No primeiro caso ficamos sem voz. No segundo caso, o da comunicação agressiva, provavelmente só conseguirá que as pessoas não gostem de trabalhar com você.

Leia Também:  Como O Clima Organizacional Pode Afetar Os Resultados de Uma Empresa

Seja de uma forma ou de outra, as coisas não irão acontecer como queremos. Para o empreendedor isso é em especial algo a se cuidar, pois o empreendedor precisa fazer o negócio acontecer e isso requer boa habilidade de comunicação. Uma comunicação que contribua para o bom desempenho dos negócios.

A Comunicação Assertiva Como Ferramenta nos Negócios

É nessa hora que entra a comunicação assertiva. Comunicar-se assertivamente é em primeiro lugar falar o que você pensa. Não se calar frente a uma situação que você tem algo a dizer.

Reconhecer a importância do que você pensa e expressar sua opinião com confiança. Ao mesmo tempo comunicar-se com calma, clareza e educação. Ouvir a opinião dos demais e levá-las em consideração na hora de formar uma decisão.

O empreendedor precisa exercitar assertividade nas diferentes situações em que vive.

  • Ao liderar a equipe, oferecer uma direção clara e objetiva e ao mesmo tempo ouvir e respeitar a opinião de todos os membros.
  • Ao interagir com clientes, ouvi-los e entendê-los. Ao mesmo tempo, oferecer a solução adequada com objetividade e educação mantendo a calma e serenidade mesmo quando o cliente está sem a razão.
  • Não perder as rédeas da situação quando um fornecedor atrasa uma entrega importante. Discutir níveis de serviço acordados usando argumentos pontuais e específicos em relação ao resultado apresentado.

Todos esses são exemplos que tampouco passividade como agressividade colaboram. Assertividade se apresenta como a solução mais adequada.

Conclusão

No dia a dia usamos todos os três tipos de comunicação. Dependendo da situação e personalidade mais um ou outro. Eventualmente até fará sentido agir com um pouco mais de passividade ou até adotar um posicionamento um pouco mais agressivo.

O importante é perceber esse comportamento e procurar analisar se o estilo adotado naquele momento foi realmente o melhor. Provavelmente perceberá que na maior parte das vezes a comunicação assertiva é a que trará melhor resultados. Ajudará a conquistar confiança da equipe, clientes e fornecedores e contribuirá melhor para o melhor desempenho do empreendimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here