Sempre quando falamos de empreendedorismo feminino precisamos estar atentas com as microempreendedoras, pois são elas que movimentam de forma significativa a economia de centenas de famílias brasileiras. Essas mulheres precisam, na verdade, tomar consciência dessa representatividade e se empoderar.

A nossa multiplataforma de negócios, o Mundo da Mulher Protagonista tem este objetivo: trazer a consciência dessas mulheres não para elas brigarem por espaço e sim para elas se posicionarem como contribuintes ativas da nova economia.

Sempre gosto de citar a pesquisa de 2013/2014 da ONU Mulheres que aponta que elas estudam 30% a mais que os homens, e que investem seus ganhos de seus negócios em educação para os filhos, melhorias na moradia e compra de imóveis e propriedades. Por isso, nas linhas a seguir listei cinco dias para estimular a essas mulheres no empreendedorismo, sempre visando que com elas no comando a economia fica mais participativa, multidisciplinar e humana.

Aqui compartilho com vocês todas as etapas pelas quais atravessei até formar o Mundo da Mulher Protagonista e falo por experiência própria que essas dicas são fundamentais.

1ª Dica – O Autoconhecimento

O passo mais importante é o autoconhecimento. Ou seja, direcionar o seu negócio para aquilo que você realmente deseja e tem talento. Vejo muitas pessoas seguindo o SENSO COMUM e desejando empreender algo, porque alguém fez e deu certo. Esta é a pior decisão que a empreendedora pode tomar: a de seguir a “manada”.

Para empreender é necessário paixão e estar na sua missão de vida, seu produto e/ou serviço deve ter valor para quem empreende. A empreendedora deve ter orgulho de seu negócio.

2ª Dica – Concorrentes

Conheça seus concorrentes. Isto é possível através de uma pesquisa de mercado que deve ser feita pela própria empreendedora. Neste trabalho você mapeia tudo que existe e busca diferenciais ou a criação de um produto mais aderente ao consumidor. Este item faz total diferença entre um bom produto e um produto comum.

3ª Dica – Plano de Negócios

Faça um plano de negócios com missão, visão e valores. Esta reflexão pode ajudá-la a direcionar seu produto e a entender o que você deseja deixar como legado. Leia sobre plano de negócios aqui.

4ª Dica – Auxílio Profissional

Abra uma empresa contando com o auxílio de profissionais habilitados, o enquadramento de código CNAE – Código nacional de atividade empresarial pode fazer diferença no tipo de tributação. Leia sobre a tributação brasileira neste artigo e neste aqui também.

5ª Dica – Marketing

Pense em como você irá informar o mercado sobre seu produto ou serviço. SEM uma estratégia de MARKETING, o seu negócio não alcançará o sucesso.

Por enquanto é só. Espero que vocês tenham gostado deste artigo. Se quiserem que eu me aprofunde no tema, é só deixar um comentário abaixo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here