O mundo do empreendedorismo e da inovação vem crescendo totalmente acelerado nos últimos anos. Empresas observam o mercado e o surgimento de novos empreendedores. O modelo de crowdfunding fortalece a base estrutural de ideias geniais e inovadoras, e ao mesmo tempo, grandes corporações estão atentas a qualquer movimento, pois em apenas uma piscada, o próximo unicórnio pode passar.

A expressão de unicórnio é definida por uma Startup que cresce demasiadamente rápida, em um curto período de tempo. São exemplos: o Uber, o Facebook, o Twitter, etc.

Este é o momento perfeito para uma avalanche de M&A. Estamos diante do maior movimento de criação de empresas focadas em tecnologia. Jovens empreendedores de todo mundo apostam em idéias inovadores em todos os setores, transformando o conceito de willing para doing.

Existem mais de 150 Startups com sua valutaion superior a 1 bilhão de dólares. As informações são limitadas, pois aquisições de bilhões de dólares não são tão usuais, mas podemos falar que as aquisições são classificadas em duas categorias. Normalmente as aquisições “old school” são identificadas por empresas querendo expandir demograficamente seus negócios, comprar plantas em outra região, reduzir custos, aumentar o número de consumidores e ter uma marca mais sólida no mercado, aumentando sua competitividade. São exemplos a Ambev, Coca Cola, mineradoras e petroleiras.

A segunda categoria de investidores, identificados como ‘investidores não tradicionais’ vem se demonstrando surpreendentemente. São eles novos agentes do cenário privado que não sentem confiança em investimento bancário, ou se alinham as ideologias de novas idéias que surgem para solucionar problemas habituais. Além do aparecimento de empresas de setores específicos que buscam investir e adquirir Startups focadas em tecnologia visando o crescimento e aumento de marketshare.

O próximos anos serão provavelmente, o maior ano de abertura de IPOS e aquisições. Porém, as aquisições de investidores ou empresas ‘não tradicionais’ terão maior destaque. Esse movimento vem contra o habitual investimento de grandes players ou investidores com expertise de M&A que focam em empresas tectonológicas, as tão esperadas Tech Startups.

Todos os setores sem exceção, estão se transformando drasticamente e o envolvimento tecnológico das empresas e empreendedores no ambiente tecnológico vem revolucionando o mercado de fusões e aquisições.

A demanda por produtos inovadores engloba principalmente o setor da saúde, financeiro, entretenimento, cyber security, SaaS e de Fusões e Aquisições. Um setor em específico vem com a promessa de dar um “mortal duplo” em comparação aos outros setores: o de tecnologia financeira ou Fintech, envolvendo bancos, carteiras digitais, transações, segurança financeira e financiamiento bancário. Isso é uma revolução, pois esse setor promete não apenas tornar as finanças mais seguras para os contribuintes, como também melhorar a vida de um público alvo: os clientes. Uma nova geração de Startups está visando o coração da indústria financeira, e de acordo com Jamie Dimon, CEO do JP Morgan: “Silicon Valley is coming” , ou seja, as Fintechs estão surgindo com força, e vão abalar o mercado.

O mercado feroz exige uma maior atenção aos novos players do mercado. Por exemplo, nos EUA, o ecommerce do Walmart foi engolido pela Amazon nos últimos anos. Já no Brasil, tínhamos uma grande disputa pelo primeiro lugar entres Americanas, Walmart e Submarino, e no final todos perderam marketshare para o surpreendente Netshoes, que hoje tem pouco mais de 20% do mercado. Ao mesmo tempo, este grande e promissor segmento online de produtos, devem se preocupar com a expansão da Amazon no Brasil, que visa se estabelecer e proliferar no curto prazo.

Diante das barreiras financeiras e tecnológicas, o mundo do empreendedorismo digital, os grandes players e os investidores não tradicionais estão se fundindo. Esta na hora de criarmos o reconhecimento de valor para o pequeno empreendedor com uma ideia inovadora, pois esses são capazes de oferecer soluções até mesmo para grandes indústrias de diversos setores e agitar o mercado. #getoutofthebox.

SmartBusinessPlan


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here