12Primeiramente é necessário conhecer o que é Lean Manufacturing para ser possível entender como sua empresa pode ser beneficiada por meio da implantação dessa filosofia de gestão.

Como Surgiu o Lean Manufacturing?

Como Surgiu o Lean Manufacturing
Linha de produção da Toyota em 1968.

Certamente você já ouviu falar sobre Sistema Toyota de Produção (STP). O STP pode ser considerado a origem do Lean Manufacturing, pois foi criado após a segunda guerra mundial devido à necessidade dos japoneses de recuperar o país com poucos recursos.

No geral as empresas envolvidas no projeto de reerguer economicamente o país, produziam em grandes quantidades, mas pouca variedade de produtos. Porém para uma automobilística na situação de crise do país esse método era inviável. Não havia espaço físico para grandes estoques e exigiria um investimento financeiro muito alto.

Diante disso, os japoneses da Toyota resolveram inovar e criar um método próprio para solucionar os problemas de produção. A ideia era conseguir atender a demanda com eficiência e com uma variedade maior de produtos. Desafiador, né? Mas eles conseguiram e foram os pioneiros. Os japoneses foram os criadores das principais ferramentas que são largamente utilizadas em diversos ramos da indústria para eliminar desperdícios e garantir a qualidade.

Segundo o livro ‘Administração da Produção (Série Fácil)’ de Petrônio Garcia Martins, o sistema de produção da Toyota é formado por quatro regras. São elas:

  1. Todo trabalho deve ser altamente especificado no seu conteúdo, sequência, tempo e resultado;
  2. Toda relação cliente-fornecedor (interno e externo) deve ser direta, com um canal definido e claro para enviar pedidos e receber respostas;
  3. O fluxo de trabalho e processo para todos os produtos e serviços deve ser simples e direto;
  4. Qualquer melhoria deve ser feita pelo método científico, sob a coordenação de um orientador e no nível mais baixo da organização.

Muitos anos depois, na década de 90 os americanos: James Womack, Daniel Jones e Daniel Ross, escreveram o livro: “A máquina que mudou o mundo”. O livro fala sobre a indústria automobilística e aborda a produção enxuta (STP). Foi nesse momento que surgiu o nome: Lean Manufacturing.

O Que é Lean Manufacturing?

Traduzindo Lean Manufacturing significa manufatura enxuta, cujo objetivo é identificar, reduzir e se possível, eliminar os desperdícios. Foram identificados inicialmente 7 desperdícios na indústria. Veja quais são!

1. Espera

Qualquer tipo de espera entra aqui: Uma pessoa esperando informação ou uma peça para dar continuidade ao trabalho. Um equipamento parado esperando material ou uma peça para produzir.

2. Transporte

Material percorrendo longos trajetos dentro da fábrica até chegar à próxima etapa do processo produtivo.

3. Estoque

Matéria-prima guardada e sem previsão de utilização. Excesso de estoque: você já pagou, mas seu cliente tá longe de te pagar por isso.

4. Movimentação

Funcionários precisam fazer longas caminhadas durante o tempo em que deveriam estar produzindo, por exemplo, buscando ferramentas, peças ou informações.

5. Defeitos

Produto fora do padrão especificado pelo cliente. Não atender a especificação pode gerar retrabalho ou ainda reclamação de cliente.

6. Produção Excessiva

Fabricar quantidade superior ao que será vendido e consequentemente investir mais dinheiro do que precisa ser investido em produção. Além da necessidade de aumentar sua área de estoque de produto acabado.

7. Processamento Excessivo

Atividades que não agregam valor ao produto. Utilizar processos de fabricação complexos ou mais etapas de processos que o necessário. Nesse caso você pode acabar superando a qualidade exigida, porém o esforço não terá valor para o cliente e você não será pago por isso.

Atualmente também está incluso nessa lista o ‘conhecimento’, portanto agora são 8 desperdícios previstos no Lean Manufacturing.

8. Conhecimento

Esse tem relação com o mau uso do capital humano. Pessoas sendo subutilizadas na função, realizando um trabalho que não exige seu conhecimento técnico. Não envolver as pessoas em projetos de melhoria ou má distribuição de trabalho fazendo com que uns fiquem sobrecarregados e outros fiquem ociosos.

Cada um desses defeitos possui diversas ferramentas e metodologias para solucionar os problemas descritos.

O que isso quer dizer?

Que a empresa pode aumentar seus lucros na mesma proporção que conseguir diminuir seus desperdícios. Diminuindo ou eliminando desperdícios a empresa irá aumentar sua produtividade.

Compartilhe

Uma empresa pode aumentar seus lucros na mesma proporção que conseguir diminuir seus desperdícios. #gestao #empreendedorismo #LeanManufacturing Click To Tweet

Agora que o conhecimento básico foi absorvido, continue a leitura. Tem muita coisa interessante para você conhecer :-)

O que preciso fazer para implantar Lean Manufacturing na minha empresa?

Como implantar Lean Manufacturing na minha empresa

Para atingir resultados que sejam relevantes é de grande importância que os tomadores de decisão (diretores e sócios) queiram aplicar essa filosofia de gestão. A decisão de implantar qualquer metodologia em uma empresa é inicialmente determinada pela escolha.

Os tomadores de decisão possuem o conhecimento das métricas (indicadores de desempenho). Quando a visão de implantar Lean Manufacturing vem de cima para baixo, temos apoio alinhado com direcionamento para atender às necessidades da empresa e alcançar objetivos e metas.

Além disso, é fundamental ter pessoas capacitadas. Dependendo do porte da empresa, dos tipos e quantidade de projetos, é adequado ter um profissional Black Belt ou Green Belt. Esses profissionais possuem experiência na execução de projetos de melhoria contínua e conhecimentos de Lean Manufacturing e Six Sigma. Os especialistas em Lean devem ajudar a instruir os demais colaboradores da empresa, conscientizar da importância e dos benefícios que virão com a aplicação da gestão Lean.

Atenção! Ninguém vai se prontificar a participar do projeto se não for capaz de entender as vantagens e benefícios da mudança cultural na organização.

No intuito de manter as mudanças e garantir continuidade dos projetos por meio da melhoria contínua é fundamental ter o máximo de funcionários envolvidos. Ninguém vai se prontificar a participar do projeto se não for capaz de entender as vantagens e benefícios da mudança cultural na organização.

Para solucionar essa questão devemos instruir sobre a forma de gestão Lean e ganhos que isso pode gerar para a empresa. Nesse nível temos as pessoas envolvidas nos trabalhos operacionais, por meio de treinamentos e instruções fornecidas pelos especialistas, elas podem alcançar boas noções das ferramentas e serem peças chaves nos resultados positivos.

Quais são os benefícios Lean Manufacturing?

Lean Manufacturing pode ser aplicado em empresas de qualquer porte e de diferentes segmentos, não apenas automobilísticas. Tanto que atualmente também existem referências como Lean Enterprise (Empreendimento Enxuto) ou Lean Business System (Sistema de Negócios Enxuto), que segue o STP, mas é aplicado a todos os tipos de negócios de uma organização.

O conceito Lean deve ser utilizado em todas as áreas da empresa, focando principalmente nos setores em que se tem maiores desperdícios. O propósito é mudar a mentalidade dos colaboradores e a cultura da empresa.

Abrir a mente para realizar as atividades de forma enxuta, lembrando sempre de manter o foco na qualidade e na satisfação dos clientes.

Conclusão

Pensar na satisfação do cliente e realizar processos de forma enxuta garante que ele não precisará pagar pelos desperdícios do processo produtivo do produto que está comprando. Sendo assim, na utilização da gestão Lean o objetivo é converter o que seria margem para falhas e erros, em lucros para a empresa e/ou a redução do custo para o cliente. Assim sua empresa se torna mais competitiva no mercado e minimiza a ação dos concorrentes.

Vale ou não vale a pena implementar o Lean Manufacturing na sua empresa?

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here