Quando nos perguntam como andam os negócios, o que estamos acostumados a falar e escutar é sempre a mesma coisa: “Essa crise tá difícil”, “Piorou bastante”, etc.

Mas uma pesquisa feita em fevereiro de 2016 pela empresa Conta Azul junto à 1250 micro e pequenos empresários, registrou que 47,7% acreditam que encontrarão ainda este ano oportunidades para superar o momento de desaceleração econômica. Aí eu me pergunto? Essa confiança vem de onde?

O brasileiro é um “povo que não desiste nunca”, mas para toda essa determinação acontecer, o empreendedor necessita se informar melhor e ficar mais preparado! Falamos sobre isso aqui.

Você sabia que?

Linhas de Crédito

59,7% dos pequenos empresários brasileiros recorreram a empréstimos nos últimos dois anos e destes, 81,8% usaram um financiamento bancário para capital de giro (o tipo de crédito mais caro entre as linhas oferecidas pelos bancos) para garantir a sobrevivência?

#Ficaadica: Fique ligado no seu capital de giro. Isso é assunto sério e muito importante. Isso é um dos 5 pecados que empreendedores mais cometem.

Empréstimos Bancários

Quase 60% das empresas que recorreram a empréstimos, o fizeram via bancos privados, apesar de os bancos públicos comumente se apresentarem como capazes de oferecer taxas menores de juros e menores exigências de garantias.

#Ficaadica: Avalie as taxas de juros antes de concretizar o financiamento! Hoje o mercado já oferece ferramentas online para você avaliar a melhor proposta.

Tributos Excessivos

81,4% dizem que foram muito impactados pelas mudanças tributárias realizadas em 2016. Para 64,8% deles, as alterações não inviabilizam o negócio, mas 8,3% avaliam que houve grandes impactos, a ponto de trazer riscos de quebra ou estímulo a sonegação.

#Ficaadica: Antes de comprar uma empresa, ou ingressar em um segmento, conheça as tributações deste mercado específico! A maioria dos pequenos empresários acaba por conhecer os impostos depois que a DARF chega!

E falando um pouco mais sobre essa crise, gostaria de salientar uma informação valiosíssima para quem está buscando um sócio ou tentando angariar um investidor para o seu negócio!

71% não pretendem investir!

O Indicador de Propensão a Investimentos também registrou baixo patamar, que demonstra que a recessão econômica também afeta os planos de expansão dos micro e pequenos empresários.

Em termos percentuais, 71% não pretendem realizar nenhum investimento nos próximos três meses. Os que pretendem investir somam apenas 21%. Dentre os principais investimentos a serem realizados pelos entrevistados, destacam-se: reforma da empresa, investimentos em mídia e propaganda e a ampliação dos estoques (31,2%). Dentre eles, a maioria pretende usar capital próprio (66,5%) e outros 25,3% pretendem recorrer a empréstimos via bancos e financeiras.

O reflexo da crise econômica sobre a decisão de investir fica evidenciado quando 80% dos micro e pequenos empresários dizem não considerar que este é um bom momento para ampliar o seu negócio. Entre aqueles que fazem essa avaliação, a principal justificativa é a incerteza política. Outros 20% dizem que este é um mau momento porque a recessão econômica irá continuar.

E você, ainda está pensando em se “aventurar” pelo empreendedorismo? Estude, se informe bastante e mãos à obra. Só assim diminuirá o risco de não dar certo e fazer parte das estatísticas das empresas que fecham as portas no primeiro ano de vida. Empreender é bom, mas não pode ser encarado como uma aventura.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here