Se você planeja abrir um escritório de advocacia, seja para dar os primeiros passos na profissão ou para encarar novos desafios e investir em sua carreira, é importante se planejar e entender que algumas dificuldades podem surgir no meio do caminho. A melhor maneira de superar qualquer obstáculo é conhecê-lo e estar preparado.

Para te ajudar, listamos os maiores desafios que envolvem a abertura de um escritório de advocacia. Veja só:

Conquistar os primeiros clientes

O maior desafio na abertura de um escritório de advocacia é a prospecção dos primeiros clientes. Além de haver muita competição no mercado, é necessário conquistar a confiança das pessoas mesmo sem ter – ainda – o nome consolidado.

Para garantir uma prospecção mais eficiente é imprescindível estudar o mercado, definir um nicho de atuação e fazer networking. Também é importante contar com o apoio de amigos e familiares que confiam em seu trabalho e podem te indicar para outras pessoas.

Leia Também:  Conheça 5 Técnicas de Vendas Para Abordar Clientes E Trazer Mais Resultados

Antes de abrir seu escritório, pare um pouco para planejar as melhores estratégias para conquistar seus clientes. Isso vai depender do seu nicho, do local onde você trabalha e de outros fatores.

Organizar as atividades eficientemente

Organização é sempre um desafio, ainda mais em um escritório de advocacia. E por isso, é sempre muito importante se planejar de forma eficiente desde o começo. É preciso organizar o tempo, o dinheiro, as tarefas a serem realizadas, etc.

Cada item deve ser muito bem pensado antes da abertura do escritório. Caso haja sócios, todos devem decidir juntos o que acreditam ser melhor para a empresa, e é importante que haja um consenso. Criem listas de prioridades, definam como o dinheiro investido será gasto, deleguem as atividades corretas a cada colaborador e planejem também as outras necessidades do escritório.

Fazer um bom planejamento financeiro para seu escritório de advocacia

Planejar-se financeiramente também é fundamental, principalmente em um primeiro momento, enquanto a demanda de trabalho será mais baixa e o escritório terá pouco dinheiro entrando em caixa.

Leia Também:  3 Dicas Simples Para Fazer Um Planejamento Estratégico Anual Para Sua Empresa

Por isso, é necessário verificar qual o orçamento disponível, quais serão os gastos iniciais e o que é preciso pagar ao longo do tempo. Considere o valor da estrutura do escritório de advocacia, como aluguel, móveis, equipamentos e outros. Também é importante levar em conta os impostos que devem ser pagos, o salário dos funcionários, etc.

Investir em tecnologia jurídica

Investir em tecnologia é um desafio por dois motivos principais: o primeiro é que muita gente acredita que o investimento não vale a pena, e o segundo é que quem entende a importância da tecnologia, muitas vezes, não sabe como, ou em que investir.

Existem softwares para advogados que oferecem funções específicas para o trabalho dos profissionais. Por isso, este é o melhor investimento em tecnologia na hora de abrir um escritório de advocacia.

Leia Também:  2º Aurum Summit Reúne Profissionais Renomados para Uma Imersão no Futuro da Advocacia

Os softwares têm grande importância para o crescimento dos negócios, já que facilitam o trabalho, ajudam a usar o tempo de maneira eficiente, contribuem para a gestão, permitem o controle de todas as atividades, mesmo à distância, e ajuda a manter arquivos e tarefas organizados.

Para quem quer dar o primeiro passo, antes de realmente investir financeiramente em tecnologia, existem softwares jurídicos gratuitos, que, inicialmente, podem ser de grande ajuda.

Gostou das dicas? Siga a Aurum nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here