O Score de Crédito é um dos parâmetros utilizados pelas instituições financeiras para avaliar o perfil de crédito de seus clientes, cedendo ou não o crédito solicitado, tendo como base a pontuação apresentada.

Para um empreendedor, ter um score de crédito alto, significa ter acesso facilitado a buscar empréstimos e crédito juntos aos bancos ou outras instituições financeiras.

Nesse artigo, reunimos 5 dicas infalíveis para você aplicar e conseguir aumentar a pontuação do seu score. Continue lendo.

5 Dicas de Como Aumentar O Score

Nos sites do Serasa, Boa Vista SCPC e até mesmo no aplicativo GuiaBolso, é possível consultar a pontuação do score gratuitamente.

Essa pontuação pode variar de 0 até 1000 pontos. Cada faixa de pontuação é entendida pelas instituições financeiras, como o nível de risco de inadimplência. São elas:

  • Pontuação SCORE de 0 a 300 = alto risco de inadimplência;
  • Pontuação SCORE de 301 a 700 = médio risco de inadimplência;
  • Pontuação SCORE de 701 a 1000 = baixo risco de inadimplência.

Quanto maior a pontuação, mais bem avaliado será o perfil do cliente e maior serão as chances de conseguir a concessão de um financiamento, um cartão de crédito ou empréstimo pessoal ou para sua empresa.

Quanto maior a pontuação, mais bem avaliado será o perfil do cliente.

Aumentar a pontuação do score de crédito demanda manter um comportamento de bom pagador e aguardar que o próprio sistema reavalie o perfil, de tempos em tempos, para te conceder um nova pontuação. Entretanto, algumas dicas são extremamente válidas para que você seja bem avaliado e tenha sua pontuação entre 701 e 1000.

1. Mantenha Seus Dados Sempre Atualizados

É interessante que você sempre atualize seus dados cadastrais e, principalmente, mantenha seus dados de renda atualizados. Seja no banco onde possui uma conta, financeira onde possua crédito, administradoras de cartões de crédito e até mesmo nos sites dos órgãos de proteção ao crédito.

Leia Também:  Empréstimos Com Juros Baixos: Conheça 3 Opções Para Sua Empresa

Essa atualização irá garantir com que você seja reconhecido como um consumidor confiável.

2. Crie um bom histórico de crédito

Para criar um bom histórico de crédito, é necessário manter as contas em dia. Ou seja, sempre pague dentro do prazo de vencimento.

Observação: Caso você ainda possua alguma dívida não paga em seu nome, o primeiro passo é consultar a dívida no site do Serasa ou Boa Vista SCPC, por exemplo. Identificar o credor, procurá-lo e negociar o pagamento. Seu nome ficará limpo 5 dias após o pagamento da primeira parcela.

ATENÇÃO! Ao renegociar uma dívida é importante pagar inclusive os juros cobrados pois, quando você solicita a renegociação, pagando muito abaixo da dívida original, seu nome acaba ficando em uma espécie de “blacklist” do banco, com alerta de “liquidação com prejuízo”. É importante também, que pague as parcelas acordadas em dia!

3. Mantenha o Cadastro Positivo

Faça o seu cadastro positivo nos sites dos órgãos de proteção ao crédito. Ele funciona como um espécie de currículo financeiro, onde as instituições podem checar seus histórico. Esse tipo de cadastro é simples, gratuito e você encontra nos sites do Serasa, Boa Vista SCPC e SPC Brasil.

4. Não Solicite Crédito com Frequência

Ao solicitar abertura de conta, crédito pessoal, financiamento, cartão de crédito, entre outras linhas de crédito, as instituições financeiras consultam o seu CPF. Cada vez que o seu CPF é consultado, fica gravado no sistema e quando isso ocorre com muita frequência, a pontuação pode sofrer uma baixa.

Leia Também:  A Importância da Gestão Financeira para Empreendedores

5. Tenha Contas em seu Nome

Quando não se possui nenhuma conta cadastrada em próprio nome, fica difícil para os bancos analisarem financeiramente o seu perfil, por não encontram informações sobre você. Nem o próprio score pode ser gerado por falta de informações.

Por isso, cadastre as contas de consumo da sua residência como água, telefone, internet, TV, energia elétrica, em seu nome, mesmo que more em uma casa alugada. Isso irá facilitar que os bancos e instituições financeiras “te enxerguem” como consumidor ativo.

Outra dica importante é nunca atrasar o pagamento. Pague-as em dia!

Dica Extra – Renegocie suas Dívidas Antes do Vencimento

Caso você possua um tipo de financiamento, empréstimo, fatura de cartão de crédito ou outra dívida, e por algum motivo, perca o poder aquisitivo, e com isso, sua capacidade de honrar com os compromissos, é interessante que você não deixe essas contas vencerem. Entre em contato com o credor, explique a situação e solicite a renegociação.

Leia Também:  Factoring Online: Equilibre Suas Finanças Empresariais e Aumente a Lucratividade do Seu Negócio

Na maioria dos casos, as financeiras e bancos refazem o contrato, diminuindo o valor de cada parcela, aumentando o número delas, sem nenhuma dificuldade.

CredMiner

Conclusão

As mudanças na pontuação do score é dinâmica. Essas variações dependem de como você se comporta em relação ao mercado. Por isso, coloque em prática tudo que foi ensinado até aqui, o mais rápido possível e aguarde a reavaliação do seu score.

Para aumentar e conseguir e manter uma boa pontuação é interessante que você planeje sua vida financeira, cuidando para não comprometer mais de 20% do seu salário, fuja das tentações para evitar dívidas e nunca solicite linhas de crédito ou empréstimos desnecessários.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here