“Mas como que isso dá dinheiro?”. Essa é a pergunta mais comum que um empreendedor ouve logo depois que explica o que sua empresa faz. O motivo é muito simples: se sua empresa não fizer dinheiro, ela morre.

Como você já leu aqui no Super Empreendedores sobre como ver se sua ideia vale a pena e se ela tem boas características, mando a seguir dicas de como definir seu Modelo de Negócios, ou seja, como seu negócio gera dinheiro.

Feijão com arroz

Seja simples e direto: o modelo de negócios não precisa ser inovador ou complicado, ele deve fazer o papel dele, que é mostrar que o negócio é lucrativo porque existe uma maneira óbvia para o dinheiro entrar. Esse dinheiro que entra deve ser maior que a soma de seus custos e despesas. Ou seja, pagando os custos de produção/execução de cada unidade mais suas despesas fixas, ainda tem que sobrar dinheiro – que será seu lucro.

O modelo de negócios tem que ser o feijão com arroz – garanta esse saldo positivo e deixe a criatividade para seu produto, atendimento ao cliente etc.

Seja específico

Saber o que exatamente você vende, pra quem você vende e como fazer essa pessoa comprar já é meio caminho andado pra definir seu modelo de negócios. Achar que qualquer um poderia comprar seu produto/serviço e que pode receber dinheiro de várias maneiras diferentes é “fria”.

Formas e tempo de pagamento

Ter definido como o cliente lhe pagará (já que ele quer comprar!) e se preparar pra isso é essencial: cartão de crédito, cheque, boleto, depósito, em espécie? Esteja preparado e sempre verifique como seu cliente específico costuma pagar. Além disso, estude possibilidades de prazo de pagamento – sim, ter fluxo de caixa é essencial, principalmente pra quem está começando, mas facilitar a vida do cliente é também vital para que sua empresa tenha dinheiro e sobreviva.

Seja simples, específico e saiba como e quando irá receber seu dinheiro – com isso, seu modelo de negócios será bastante confiável.

A definição do Modelo de Negócios é mais uma etapa crucial no começo de qualquer empresa e, por isso, também faz parte das 11 perguntas que devem ser respondidas antes de se começar uma empresa.

  • maria luzia

    parabéns vc disse tudo sem precisar falar demais.