Para muitos varejistas do e-commerce brasileiro, é um desafio diário realizar com excelência uma operação logística; a maior dificuldade está na redução de custos operacionais e no aumento da eficiência. Segundo a pesquisa do Instituto de Logística e Supply Chain (Ilos), os custos na área correspondem a 12,3% do PIB brasileiro. Tais gastos representam, ainda, 7,6% da receita líquida das companhias, considerando transporte, estoque e armazenagem.

As buscas por soluções inovadoras neste segmento estão cada vez maiores. Para superar esse desafio, surge o modelo logístico “fulfillment”, que engloba todos os processos de armazenagem do produto, envio dos pedidos e atendimento pós-venda de forma integrada. A B2W Digital – que opera Submarino, Americanas.com, Shoptime e Sou Barato – lançou essa solução para sanar sua rede de parceiros.

“Dessa forma, o cliente final tem experiência idêntica àquela de comprar um produto diretamente da nossa marca, com nosso know-how de mais de uma década na área junto a toda uma estrutura própria de distribuição que seria inacessível para uma loja pequena”, diz Rodrigo Kakimoto Veneziano, coordenador de projetos do grupo.

Sidney Zynger, diretor de marketing do Bling! (www.bling.com.br), ERP utilizado por diversos e-commerces que passaram a vender no modelo, conta que na esteira das vantagens operacionais, os empreendedores veem um ganho no faturamento. “Ao mesmo tempo em que ele reduz os custos nessa área, o ganho de eficiência permite que aumentem sua capacidade de vendas”, afirma. “Temos clientes, por exemplo, que viram redução de custos entre 40% e 60%”.

A união destes serviços contribui para o melhor cenário de reputação dos vendedores. Sabe-se que a ineficiência logística gera impacto diretamente na opinião dos consumidores.

Leia Também:  A Inovação e A Performance Na Experiência do Consumidor Online

Uma pesquisa realizada pela ABComm sobre o comportamento no ano de 2017, mostra que o setor teve um aumento na média de dias necessários para efetivar a entrega do pedido, em grande parte pela excessiva dependência dos Correios para o transporte.

Além disso, o estudo revelou que 86,1% dos lojistas faziam sua própria armazenagem, o que demanda não só uma estrutura física como capacidade de gerir esse espaço.

Neste panorama, o B2W Fulfillment garante alta performance operacional e praticidade aos vendedores, dispondo de uma grande infraestrutura logística flexível e escalável. “Nós retiramos a principal dor de cabeça dos parceiros, que é a operação logística”, afirma Rodrigo.

Integração com ERP garante agilidade do modelo

Para dar mais rapidez na dinâmica das vendas, é importante existir integração do ERP utilizado pelo e-commerce com o sistema da B2W Digital. “Isso dá a certeza que todas as informações de uma nota fiscal sejam transferidas automaticamente, o que garante o processamento imediato do pedido”, explica Sidney, do Bling!, uma das primeiras soluções a oferecer o recurso.

Leia Também:  Gateway de Pagamento Local Com Eficiência Global É Possível

Quem utiliza um ERP que não unifica as informações de uma compra é obrigado a lançá-las manualmente. Como em geral os vendedores mantêm em estoque próprio itens de menor circulação, isso significa checar planilhas de disponibilidade de produto a cada compra. Em outras palavras, um excesso de tempo gasto que pode resultar inclusive na necessidade de contratar funcionários extras para essa tarefa.

“Quando você dá a opção de gerenciar toda a operação dentro de um mesmo sistema, o empreendedor ganha agilidade, o que se traduz em aumento de faturamento”, afirma Sidney. “Adicione isso a uma solução como o Fulfillment, que resolve o grande problema de setor, e terá a receita de sucesso”.

Sobre o Bling!

Software de gestão voltado a PMEs. Oferece ferramentas para as principais funções, como controle de finanças, estoque e vendas e emissão de notas fiscais de produtos e serviços e registro de boletos. Além disso, possui recurso de integração com as principais plataformas e marketplaces de e-commerce. O software foi criado em 2009 e recebeu um aporte da Criatec 2 em 2017. Para saber mais, acesse: www.bling.com.br.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here