Finanças não é algo simples, por isso que as pessoas que trabalham no mercado financeiro ganham tanto (ou pelo menos ganhavam até a crise). Porém, para um empreendedor inicial, os conceitos básicos não são tão complicados assim. Por isso passarei apenas o necessário para que a empresa esteja minimamente organizada financeiramente.

A analogia

Imagine sua empresa como seu bicho de estimação. Ele precisa de comida e se você não alimentá-lo ele morrerá (ou te comerá, caso seja um leão). Simples assim, a empresa tem “fome” (contas a pagar) e precisa de comida (dinheiro). Minimize e controle seus custos e venda muito que você estará bem.

Conceitos básicos

  • Custos variáveis: São os custos que aumentam quando você aumenta a produção. Exemplo: Se você vende cachorros quentes, para vender mais cachorros quentes, você precisa de mais pães. O custo do pão é variável.
  • Custos fixos: São os custos que são não variam. Exemplo: Aluguel e conta de luz terão um valor constante independentemente se você vende muito ou pouco na sua loja.
  • Resultado: O resultado é basicamente o quanto você vendeu menos o quanto você gastou em um determinado período de tempo. Ele é analisado através de um demonstrativo financeiro chamado Demonstrativo de Resultado Financeiro (DRE)
  • Fluxo de caixa: O fluxo de caixa mostra o quanto de dinheiro foi movimentado no caixa da sua empresa.

Diferença entre Resultado e Fluxo de Caixa

O fluxo de caixa mostra as movimentações realizadas enquanto o DRE pode mostrar operações que ainda não aconteceram. Exemplo: quando você compra um carro em 20 vezes, o valor dele aparece integral no seu DRE, porém só influenciará no fluxo de caixa o valor mensal das prestações.

Dicas para uma boa gestão financeira

  1. Não misture dinheiro pessoal com dinheiro da empresa: Imagine só se você comesse a ração do seu animal. Isso não dificultaria sua organização da comida?
  2. Para quem está começando, o fluxo de caixa é o rei, valete e dama: Se você comprou um pacote de 400 kg de carne pro seu animal mas só irá alimentá-lo mês que vem, ele morrerá. Não importa se você fará vendas menores, receba rápido e pague tarde (obviamente sem usar princípios antiéticos ou ilegais, sempre na base da negociação).
  3. Controle o seu dinheiro: Não queira ser marido corno (o último a saber). Acompanhe o resultado e o fluxo de caixa da sua empresa para não ser pego de surpresa. Raramente essas surpresas serão agradáveis.
  4. Se planeje sempre: Digamos que você fará uma viagem. É necessário deixar comida suficiente para o período. Se há uma previsão de queda nas vendas, faça uma reserva. Planeje as mudanças no fluxo de caixa e atue nisso.

Espero ter ajudado nessa questão e caso queiram me xingar ou elogiar, estou totalmente aberto a outras opiniões.

Super Conteúdo!

Assine o Super Empreendedores e receba em seu e-mail,
artigos e dicas inspiradoras
que ajudarão você a alavancar
os seus negócios.

Fique tranquilo! O Super Empreendedores NÃO envia SPAM!
  • Débora Almeida

    Millor, mto bom!! Essas dicas não se aplicam somente a empresa, mas também a nossa vida pessoal também.

  • http://www.untitled.com.br Sergio Sparsbrod

    Com certeza Débora!

    E digo mais, se o empreendedor não cuida da gestão de suas finanças pessoais, ele pode colocar sua empresa a perder o equilíbrio financeiro.

    Acredito que a maior parte das micro empresas que fecham as portas se deve a má administração financeira e à mistura do caixa da empresa com as contas do fundador.

    Abraços,

  • http://www.saiadolugar.com.br Millor Machado

    Oi Débora!
    Fico feliz de saber que as dicas foram úteis pra você.

    O maior problema da parte financeira que vejo das empresas é a falta de controle. Já ouvi muitos casos em que o empreendedor não mede, muito menos controla seus gastos e receitas. Misturar com as finanças pessoais acaba sendo uma consequência trágica, principalmente por causa da perda do controle.

    Abraços,
    Millor

  • http://mareducampos.com.br maria eduarda

    bom dia, sou apenas uma menina de 11 anos querendo se dar bem na feira cientifica da escola, na area financeira.
    suas dicas me ajudaram muito no meu entendimento do que é ser uma empreendedora financeira, só acho que voce deve ser mais explicito nos seus exemplos,estao meio confusos, apesar de eu ter entendido!
    obrigada.

  • Pingback: Salários de empreendedores: estratégias para a sobrevivência « Empreendendo um Negócio Social()

  • Thiago Gomes

    Bom Dia, Amigo!

    Gostei de ver estou montando um site de vendas e para isso preciso de conceitos basícos de finançeiro, então pesquisando no bendito google “Ou buscador pai d’égua”…kkkk….Achei seu site. Gostei mesmo irei analizar bem todos os posts anteriores e posteriores que virão!

    Vlw Sucesso para Todos Nós!!!

  • http://www.superempreendedores.com Sergio Sparsbrod

    Obrigado Thiago!

    Continue nos visitando. Muitos artigos virão :-)

    E muito sucesso pra você também!

  • Deusa

    Boa noite,Millor!!

    Gostei das dicas,eu trabalho com vendas de produtos cosméticos e entendo que tenho que ter um capital de giro e algumas vezes tenho gasto nas contas pessoais e ai fica dificil,como você mesmo resaltou.Gostaria muito de fazer o meu négocio crescer e sei que uma boa admistração é fundamental.

    Obrigada!!

  • André Vicente

    Boa noite amigo, estou montando uma empresa, uma fabrica de polpa de frutas, estou procurando dicas de adm na net, com certeza até agora as suas foram as melhores mais claras, muito obrigado, vou continuar acompanhando tenho certeza que virão muitas outras tão boas quanto estas.

  • vera

    Kra Estou começando agora e não entendo Absolutamente nada de administração
    Minha empresa esta uma bagunça ñ sei nem por onde começar a Organizar!

  • Pingback: A arte da gestão financeira | Blog NFSERVICEBlog NFSERVICE()